Caminhando na Graça

22.2.07

Eu quero é ser sal e luz no mundo!




O que é do mundo?... o que é de Deus (leia-se da igreja)? Quem dividiu isso?


Antes de pensarmos sobre a tal miscelânea que dizem q estão fazendo temos primeiro q entender e saber diferenciar o que é do mundo e o que é de Deus. Na maioria das vezes, do mundo é aquilo que a igreja não aprova, sendo assim, questionar a autoridade do rei e dos governantes era pecado mortal num certa época... depois pensar contra o que a igreja pensava, ousar pensar diferente e descobrir coisas novas era pecado mortal... digno da fogueira; Enfim, as coisas do mundo são impostas pela igreja e daí o que se vê é que os crentes se baseiam no que não se deve ser pelo mundo... portanto, o crente não é conhecido pelo que é, mas pelo que não é e pelo que não faz... crente não bebe, não fuma, não transa, não... não... não... NÃO FAZ NADA!

Jesus disse para sermos sal e luz e não disse para regularmos a nossa intensidade de sermos sal e luz pelo mundo... ele não disse: sejam sal e luz, mas se esse sal e luz ficar parecido com o mundo, deixem de sê-lo, pq mais importante do que ser sal e luz é não parecer com o mundo... pois vejamos: o sal, se aglomerado, é inútil... quando vc come alguma coisa que vem com um aglomerado de sal, é horrível... por isso, o sal, para temperar, deve estar misturado no mundo, mas sem perder sua capacidade de salgar... estar inserido sem se deixar influenciar, antes, influenciando. O sal só serve se misturado, diluído no mundo. Devemos guiar o que devemos ser a partir de Jesus e não tentando não ser o q o mundo é, como faz a igreja.

E quanto a libertinagem, é usar da liberdade para fazer aquilo que vc sabe q num pode (por consciência própria)... com desculpa de liberdade, romper os limites de sua própria consciência... por isso, eu bebendo vinho posso não ser libertino, pois sei q isso não gera mal algum em mim, mas um ex-alcólatra bebendo vinho pode ser libertino, pois, usando da liberdade, infringe sua própria consciência para fazer o q quer.

E mais, muita coisa do que se considera distorção, principalmente pelos conservadores da igreja, é fruto de nova informação q eles não tinham.

Esse papo de não sou desse mundo é puro clichê gospel pra gerar alienação... eu quero aproveitar bem o mundo... não o mundo como sistema, que prega a acumulação absurda de riquezas, a descartabilidade do ser humano, a adoração da imagem e da aparência, que é o mundo q Jesus disse q jaz no maligno... quero aproveitar o mundo físico... belezas naturais, gostos, sabores, sensações, pessoas, sentimentos... viver a vida abundante proposta por Jesus... passar pelo mundo sem viver isso é viver um inferno existencial, viver num processo de degladiação interior... isso é não provar do amor de Deus... isso é querer fazer um novo sacrifício, invalidando o de Jesus.

A minha missão é mostrar amor ao mundo... mas como posso fazê-lo se só consigo julgar os que "estão no mundo"? E o mundo acha muito mais escandaloso esse nosso "pode-não-pode" do que o fato de sermos normais... o problema é q já pregamos essa imagem e agora temos que mantê-la, custe o q custar.

Recuse os prazeres do mundo... não coma uma boa comida, pois isso é um tipo de prazer... não beba um bom suco, um bom vinho (ihh,,, esse é pecado)... não se relacione com as pessoas e se alegre com elas... não vá ao cinema ou a qualquer outro tipo de entretenimento...; na cabeça dos crentes, prazer = pecado... e santificação = abstinência de prazer... não leia eclesiastes quando diz pra nos alegrarmos na mocidade, e andarmos segundo a nossa consciência, sabendo que Deus pedirá conta disso... na verdade, leia pensando q Deus só pedirá conta do que vc fez... mas saiba q ele tbm pedirá conta do que vc não fez!

E mais, embora o amor de Deus seja maravilhoso, precisamos nos relacionar com o mundo e as pessoas... pois não é bom que o homem viva só (palavras de Deus).

Ser sal e luz... mas o sermos inseridos no mundo insípido e escuro... essa é a proposta!


E existe algo que pode ser pecado a min e não ser pecado para outros ?


Sim, existe... só vc pode determinar o q em vc, é conveniente no ambiente infinito das possibilidades... E só eu posso fazer o mesmo por mim... e agora?... o q faço?... qual cartilha seguir?

Não existem cartilhas a serem seguidas e métodos a serem aplicados... o q resta é andar comforme a sua consciência... amadurecer... crescer para saber andar com os próprios pés...

Imagina uma criança que percebendo que tem tudo na mão, decidisse por não crescer, não andar... seria um ser atrofiado... e muitos estão atrofiados de mente...

O processo de relacionamento com Deus é um processo de crescimento, amadurecimento, conhecimento de si e de Deus, e de individuação (não individualismo)... onde eu descubro quem sou em Deus, quem Deus é em mim e quem eu sou pra mim mesmo... aí posso julgar das possibilidades, as conveniências q me são cabíveis.

Ser cristão não é seguir nenhuma cartilha, é viver segundo Cristo... portanto na bíblia temos exemplos de ações do homem para o homem e suas consequências, ações do homem com Deus e suas consequências, ações de Deus com o homem e ações de Deus com Deus - Jesus, sendo Deus, oferecendo-se a Deus como sacrifício.

Daí, espera que esses exemplos sejam suficiente para que os leitores possam ser capazes de a partir deles, tomarem suas próprias decisões assumindo o risco e as consequências de cada decisão.

O q é pecado? Senão fazer aquilo que se sabe que é errado... pq se não se sabe que é errado, como será pecado (trangressão)? E quem pode dizer o q é pecado para mim senão eu mesmo?... por isso, embora pra mim, beber uma taça de vinho possa não ser pecado, e as vezes seja até benéfico (conheço casos de recomendação médica), para um ex-alcóolico, isso seja pecado, pq ele sabe, q pra ele, isso é prejudicial...

Não to dizendo que existem "dois pesos e duas medidas"... mas com certeza, que Deus trata a cada um como cada um é... Deus trata o indivíduo e não a massa da população... ele me trata como eu sou e trata vc como vc é... é óbvio que nem todos "funcionamos" iguais... uns tem uns logs de erro numa parte do sistema e outros em outra (embora todos tenha bugs)... ou não é assim?... ou somos todos idênticos?... robôs?


Sei que existem os pecados universais e absolutos, e esses todos sabem que o são... mas tbm existem os pecados pessoais e subjetivos e quanto a esses, só eu posso dizer o q em mim é pecado...
Nem todos fazem o q sabem que devem fazer pq isso não é cômodo.


Porque para um filho, urinar nas calças num é errado devido ao nível de maturidade, para outro já é... para um filho pegar dinheiro na carteira do pai num é errado devido a confiança do pai e maturidade do filho, para outro pode ser... para um comer danone antes do almoço pode ser errado e pra outro não... enfim, Deus trata a cada um individualmente como cada um é!


Será que não dá pra enxergar o que é o evangelho e o que é palavra de Deus sem dar as referências bíblicas?

Que aqui tem ideologia própria, é claro... nas palavras de cada um, esta imbutida sua ideologia... agora dizer que nas minhas palavras e ideologia não tem bíblia, como Palavra de Deus, viva e eficaz é não conseguir enxergar o evangelho sem as devidas referências bibliográficas... Não que seu seja correto, perfeito e etc... mas pq me proponho a só opinar nos tópicos em que posso contribuir para o crescimento de todos (principalmente o meu) segundo o evangelho... e quanto as questões onde só se tem opiniões pessoais, tento frizar isso e não "santificar" as minhas palavras como sendo de Deus... tento dividir o que é minha opinião e o que é convicção que tenho em Deus e no evangelho.

Sei que as igrejas complicam demais... complicam demais o evangelho que é simples... essa guerra interior de "pode-não-pode" num é uma tremenda complicação?... Paulo se viu como miserável quando pensou nessa guerra interna... mas depois agradeceu a Deus pelo sacrifício de Jesus, que nos liberta da lei do pecado, para que possamos viver a lei do amor e da vida... E é só isso q tenho me proposto falar aki... a minha visão do evangelho, sempre baseada na palavra de Deus... não tenho a pretensão e nem a presunção de ser o único certo... como ja falei antes, o meu objetivo aki é somente poder crescer junto com a galera... e isso tem acontecido.

Portanto, seja Deus e o evangelho verdadeiros e eu mentiroso!!!

E que possamos, todos juntos, crescer diariamente na graça e conhecimento de Deus... e caminharmos no caminho para o qual fomos alcançados, realizando as obras para as quais fomos alcançados...

E, deixando para trás as neuroses do pecado, seguir frutificando do Espírito, sendo esses frutos manifestados sempre em nós e no próximo... trocando a fixação de não pecar, pela prática diária do amor e do bem.

Só isso o q quero.

1 Comments:

  • Olá!,entrei no seu blog por acaso, mas como não existe coincidência, mas providência, queria dizer que nesta semana que é a semana santa, concordo com suas palavras (em parte,claro)pois somos todos diferentes como vc mesmo disse, mas quero dizer que vc é uma bênção e que o Senhor continue te ungindo sempre para orar e ajudar as pessoas a crescerem na fé.Fiquei feliz de ler uma mensagem bonita assim, não sei quando vc escreveu, não sei nada de vc, mas que Deus te abençoe! shalon..Michelle.

    By Blogger michelle, at 8/4/09 17:33  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Início